domingo, 3 de maio de 2009

Em dúvida entre dois caras... O que fazer?

Já é raro encontrar um homem que preste, mas algumas sortudas conseguem achar dois! No entanto, o que parece ser uma ótima solução vira um grande problema. Quando a coisa começa a ficar mais séria, fica quase impossível levar duas relações ao mesmo tempo.

Mas e aí... o que fazer? Ficar com ambos? Escolher um dos dois? Fazer um ménage? Se liga nas dicas:

Do jeito que você me olha, vai dar namoro!
Se seu intuito é namorar (independente de qual dos dois), aceite a idéia de que você vai ter que terminar um dos rolos. Não há nada pior que namorar duas pessoas ao mesmo tempo. É desonesto e deselegante (além de muuuuuuuuuuito trabalhoso).

Pesos e medidas
Para escolher entre os dois, o procedimento é simples (apesar da decisão ser complicada). Se você tem certeza que gosta dos dois (já que o não gostar tanto de um o excluiria prontamente), faça uma lista dos pontos negativos e positivos dos dois. Quem somar mais pontos positivos tem preferência.

Cozinhando
A pior parte é a hora de excluir um dos pratos do cardápio. Vai que no fim não dá certo com outro... Em casos de extrema necessidade, você pode cozinhar um deles por uma ou duas semaninhas, só pra ter certeza de que é aquilo mesmo. Porém em nenhum momento engane-o. Aí sim fica feio...

Eu sou de ninguém! Eu sou de todo mundo!
Se o seu negócio não é namorar, seu leque de possibilidades é maior! É completamente possível manter dois rolos ao mesmo tempo, seguindo apenas umas regras básicas:

• Não marque com os dois no mesmo dia. Esse negócio de um de manhã e um à noite tem tudo pra dar errado.

• Você sabe que, apesar de não ter prometido exclusividade para nenhum dos dois, se for pega no flagra pelo outro, um dos romances vai miar (se não miarem os dois)! Então evite frequentar com um os lugares que sabe que o outro frequenta.

• Não os apresente pra sua mãe (nem pra sua avó). Elas podem confundir os nomes e deixar você sem ter como se explicar.

• Cuidado para não se confundir na hora de contar histórias. -Lembra aquele filme francês que nós vimos na semana passada? –Mas eu nunca vi nenhum filme francês com você... Cri cri cri

• Cuidado pra não trocar os nomes na hora H. A dica é dar o mesmo apelido para os dois... Gato, lindo, baby... Use o mesmo e aí você não erra.

• Evite falar sobre ambas as relações em redes sociais (como o Orkut). Deixar rastros virtuais é uma falha que não pode ser cometida.

Caso você seja pega, tente manter a calma e tentar salvar pelo menos um dos dois. Se o outro ficar p da vida, lembre-o de que vocês não tinham compromisso (mas dificilmente isso vai fazer uma mente masculina mudar de idéia).

E você, tem alguma dica de como agir num caso desses? Comente :p

Ilustra by Brito

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Um é pouco, dois é bom, três é ménage! 10 Dicas para um sexo a três de sucesso

Homem que se envolve em aventuras sexuais com mais de uma pessoa é sempre um garanhão, já mulher na mesma situação é vista como galinha... Esse é o pensamento machista que domina hoje em dia, mas não tem que ser assim.

Não há problema algum em aventurar-se sexualmente (com responsabilidade)com mais de uma pessoa ao mesmo tempo e até pode ser muito divertido. Se a oportunidade acontece entre pessoas nas quais você confia e pelas quais se sente atraída, não é necessário pensar no fato como um crime. Não sei por que tanta polêmica com sexo a três... Um a mais, um a menos, gente! Qual a diferença?

Agora vamos às dicas imprescindíveis para um ménage à trois ser bem sucedido, sem constrangimentos!

• A dica mais importante para um ménage responsável é trocar a camisinha. Nunca se deve usar a mesma com as duas garotas. Não trocar pode implicar no contágio por DSTs.

• Evite fazer ménage com um casal de namorados. Tem tudo para dar errado... Se o cara der mais atenção pra você do que pra garota ou se ela surtar ao vê-la com o namorado dela, o ménage vai por água abaixo.

• Evite também pessoas com as quais você se encontra todos os dias. Se ter um caso com um colega de trabalho, por exemplo, já é complicado... Imagine com dois!

• Não precisa ficar com vergonha ao entrar num motel com três pessoas no carro ou em carros separados, se for o caso. Eles já estão muito acostumados! O máximo que pode acontecer é o preço sofrer um acréscimo.

• Interagir com uma mulher num ménage não faz de você uma lésbica. Não precisa ficar se lamuriando e fazendo drama... “Oh! Peguei uma guria, será que sou lésbica?”. Visitar o México de vez em quando não faz de você mexicana... Pode acontecer de você gostar de lá e querer nacionalidade, mas isso não é regra!

• Beije, aperte, abrace, lamba... se quiser. Não existe uma regra do que fazer num ménage. Você não precisa necessariamente fazer oral, anal, epitelial em/com todo mundo... Faça apenas o que estiver com vontade de fazer.

• Sinta-se à vontade para dizer se alguma coisa não está agradando. “Gente, esse dedo aí não ta legal... Vamos evitar”. Sexo sem diálogo em casal já não funciona, imagine a três!

• Se você notar que está começando a rolar um clima constrangedor, o segredo é descontrair. Faça uma piada, dê risada, quebre o gelo... E de repente um filme erótico pode ajudar a esquentar a coisa.

• Evitem deixar uma pessoa sobrando. Sempre é possível envolver a terceira pessoa de alguma forma, mesmo que singela. Deixar alguém de lado ou ficar de lado por muito tempo quebra a atmosfera do ménage.

• Dica para o homem (caso seja o único): faça um “esforço” para não favorecer uma das duas. O ideal é que ambas ganhem a mesma atenção. Nada pior que homem sem ética no ménage. Se preferir alguém, saia com ela sozinho numa outra ocasião.

E quanto ao número de mulheres e homens no ménage, fica a gosto do freguês. Não me julguem machista por supor duas mulheres e um homem. É que, particularmente, acho dois homens e uma mulher algo mais difícil de se desenvolver (principalmente pela dificuldade de interação entre eles).

Porém, com responsabilidade e sem preconceitos, tudo é válido! Você já viveu alguma experiência dessas e tem alguma dica a acrescentar? Comenta aê :p

A ilustra desse post é do famigerado Brito

Ainda sou virgem, e agora?

Esse é mais um post do "Dica do Dia". Você manda sua pergunta para um.bite@hotmail.com e eu respondo aqui, às sextas-feiras.

Olá Alvin,
Tenho 24 anos e ainda sou virgem. Nunca namorei ninguém a sério e meus casos nunca levam a lugar algum. Eu tenho muita vontade de transar, nem acho que tenha que ser depois de casada e tals, mas NUNCA rola. E eu não sei por que :( Tenho um pouco de insegurança com meu corpo, por ser magra demais. Já me peguei interrompendo a coisa no meio sem nem saber direito o motivo. Beijo na boca desde os 15. Será que preciso de terapia pra dar? Help!

Ana, 24

Elas fizeram 18 anos, 19, 20, 21, ... 25 e nada. Terminaram o colegial, entraram na faculdade e até agora nada... Será que existe alguma coisa errada em não ter transado ainda? Não! Não há nada errado em não ter iniciado sua vida sexual, se você não se sente à vontade para tal (não importa a sua idade).

Mas se você já está a fim e não consegue deixar fluir, talvez terapia seja seu caso sim! Além de alguma frustração psicológica ou trauma que não me cabe julgar, o que ocorre nesses casos em geral trata-se de:

Insegurança com o corpo
Será que ele vai gostar do meu corpo? Não tenho peito, sou magra demais, sou gorda demais, tenho muita celulite, tenho pouca bunda, etc, etc... É hora de parar com essas nóias, né?! Não há nenhum problema em não ter o corpo igual ao da Sheila Carvalho. Mulheres são diferentes uma das outras e cada uma tem sua graça. Use uma lingerie que te deixe à vontade e valorize o que você tem de melhor. Seu jeito vale mais que o formato do seu corpo na hora do sexo.

Insegurança quanto à dor e a habilidade
Será que vou saber fazer? Será que vou decepcionar? Será que vai doer? Esses questionamentos podem tornar-se fantasmas para muitas gurias. A maioria delas tende a combatê-los, mas algumas não conseguem. Pensar que é normal sentir tudo isso e ser otimista é a melhor forma de acabar com esses medos. Saber fazer é questão de prática... E mais: cada pessoa gosta de um jeito, então fazer bem ou não é algo relativo ao parceiro da vez. E quanto à dor, a primeira vez sempre incomoda um pouco. O segredo é ficar excitada ao máximo. Relaxar e aproveitar o momento é o segredo!

Esperando o príncipe encantado
A gente respeita as meninas que só querem sexo com o homem da vida delas e coisa e tal. Mas a verdade é que homem perfeito não existe. Se você tem síndrome de Cinderela a acha que nenhum rapaz nunca esteve à sua altura (com mais de duas décadas de vida) é hora de começar a ser menos exigente. Não estou dizendo pra dar pro primeiro que aparecer na sua frente. Mas o fato é que não existe um Brad Pitty para cada mulher no mundo. Se tem um cara legal, carinhoso e gentil (do qual você goste), pode ser que ele mereça uma atenção especial. Lembrando que para chegar a uma relação sexual é necessário se relacionar com as pessoas. Fechada numa redoma, você não vai conseguir nada!

Não faço sexo por sexo
Se você é como eu, que acha que sexo é sexo, namoro é namoro, aqui vai uma ótima dica... Não precisa estar totalmente comprometida pra transar. É essencial que o cara te respeite e seja carinhoso, além de haver uma química entre vocês. Mas você não estar caindo de amores por ele e vice-versa não é um problema que impossibilite o sexo. Veja bem, se você acha que transar sem compromisso é ser “usada”, tudo bem... Nessa sociedade é bem comum pensar de forma retrógrada. Mas vamos combinar que não há nenhum mal em usar e ser usada ao mesmo tempo. É tipo uma troca de favores.

Meu pai não deixa
Tem família que reprime tanto a filha adolescente, que acaba deixando a pobrezinha cheia de culpas em relação ao sexo. Você não pode namorar, não pode beijar, não pode transar, não pode dormir fora... Em muitos casos rola violência física e moral. Se esse é seu caso, é o seguinte: esquece toda essa proibição. Sexo é algo natural, bonito, interessante e prazeroso. Se você for responsável, não precisa estar casada nem nada. Se você não consegue se libertar desse discurso todo, terapia já. Pais antiquados são uma merda mesmo.

E se eu ficar grávida?
Não preciso nem dizer que preservativos são indispensáveis, né?! Nunca transe se o cara se negar a usar. E para se garantir ainda mais, antes mesmo de começar sua vida sexual, consulte seu ginecologista sobre o uso de pílulas anticoncepcionais. Assim você fica mais protegida e, consequentemente, mais segura para transar.

Sexo não é nenhum bicho de sete cabeças. Começar a pensar nele como parte do cotidiano é a melhor dica para perder o medo e o nervosismo. O mais importante é camisinha sempre!

E a sua primeira vez, como foi? Comenta aê :p

Imagem by Brito

10 coisas que você precisa saber antes de ir ao motel

Motéis, em geral, têm sempre um mar de possibilidades de se pagar mico (principalmente quando o parceiro é novo). Esse fato costuma aterrorizar as marinheiras de primeira viagem, que enxergam ali mais probabilidade de terror do que de prazer! Porém, alguns poucos cuidados podem desmitificar o motel e torná-lo mais aliado e menos vilão. Veja só:

• Leve seu shampoo e condicionador
Nem os motéis mais caros são munidos de shampoo e condicionador que prestem. Então, se você tem o cabelo sensível (pra não dizer ruim), leve seus próprios produtos.

• Leve seus preservativos
Nem sempre os preservativos à venda no motel são daquela marca que você gosta. Não custa passar na farmácia e comprar um bom, evitando assim possíveis acidentes.

• Os sais de banho são pagos
Antes de abrir aquele potinho liiiindo e despejar todos sais de banho na banheira, observe se tem um preço nele. A maioria dos motéis disponibiliza de graça somente espuma de banho, não os sais. E alguns chegam a custar até R$ 30 :o

• Não caia na tentação da mocinha
Muitos motéis deixam um Kit paixão, composto por uma lingerie sexy e um sache de leite condensado. Já vou logo avisando: leite condensado não dá certo com pêlos. Por mais que tome banho, aquela nhaca de leite permance. Conselho de amiga...

• Não vá para o motel com fome
Quando não se tem muita intimidade com o parceiro, a alimentação pré-maratona de sexo deve ser especial. Nada com muita gordura, nem com muito gás... Se houver jantar antes, vá de suco, saladinha ou no máximo uma massa leve. O importante é não ir morrendo de fome, já que comida de motel nem sempre é boa. Não se esqueça que tudo que você fizer no banheiro poderá ser ouvido no quarto.

• Se for pedir comida no motel, escolha algo leve
Motéis são especialistas em “comidas”, não em alimentos. Então não ouse demais na hora de escolher o petisco. Mesmo que haja itens interessantes no cardápio, como Camarão na Moranga, Risoto de Fungui ou Filé à Cubana, não caia na tentação de pedir. Dor de barriga no motel ninguém merece, não é mesmo?

• Não confie nos cobertores
Se o cobertor não estiver dentro de um saquinho lacrado, não use. Tem muito motel por aí que não lava cobertor toda vez que ele é usado. Ecati. Os lençóis, por sua vez, costumam ser bem limpos. Eu tinha uma amiga que costumava levar lençol para o motel... Péssimo isso! “1 minutinho amor, deixa eu estender aqui”... #fail!

• Piscina poluída
As piscinas de motel costumam ter muuuuuuuuuuuuuuuuuuuito cloro. Não vá me dizer que você achava que eles trocavam toda aquela água a cada casal que deixava o local? Aquele cloro todo mata os bichos, mas se você for loira, prepare-se para sair de cabelo verde.

• Confira se passa o seu cartão antes de entrar
Antes de ir pro rala e rola, veja se o motel aceita sua forma de pagamento. Muitos não aceitam cheque e alguns chegam a restringir um ou outro cartão. Deixar o documento no motel é muito mico!

• Não se esqueça de secar os cabelos
Se você vai pra sua casa depois, não corra o risco de ver seu pai perguntando por que seu cabelo está molhado... Tem dias que não cola falar que choveu! :p

Você já pagou algum mico no motel? Compartilhe com as leitoras desse humilde blog!

terça-feira, 28 de abril de 2009

10 coisas que você precisa saber sobre ELES!

Os homens vivem dizendo que é difícil entender as mulheres, como se pra nós a tarefa fosse menos árdua! Como desvendar o que querem esses seres tão confusos, indecisos, insensíveis e indefinidos?

Das milhares de máximas possíveis de serem elaboradas sobre eles, selecionei as que considero principais para começarmos a entendê-los ... Veja só:

• Nunca diga como ele deve agir. Se quiser mudar algo no gato, faça isso disfarçadamente. Dê uns palpites, sempre carinhosos, proponha alguma variação. É fácil mandar nos homens, desde que as ordens não pareçam ordens!

• Não insista em pedir a opinião dele na hora de se vestir. Eles sempre vão achar que a roupa está boa, a não ser que esteja curta ou decotada demais. Mesmo que não pareça, qualquer assunto relacionado à moda tem o poder de irritá-los.

• Nunca apelide o pênis dele em nada que termine com “inho”. E jamais faça comparação entre o próprio e outros que já tenha conhecido (a não ser pra dizer que é o maior de todos)!

• Na cama, por mais que queira agradá-lo, nunca deixe de direcioná-lo de acordo com o seu prazer. Se esforçar em satisfazê-lo sem pensar em si mesma é menos excitante que demonstrar prazer de verdade.

• Carregar uma bolsa feminina em público é a maior demonstração de submissão ever. Só peça em último caso.

• Por mais que ele pareça interessado, ele odeia ouvir qualquer história que envolva um ex. Evite tocar nesses assuntos, a não ser que queira broxá-lo.

• Se ele broxar não tente consolá-lo como se alguém tivesse morrido. Isso vai desanimá-lo ainda mais e o trauma pode ser irreversível! Tente seguir essas instruções.

• Depois do sexo, o corpo masculino solta um hormônio que o faz relaxar ao extremo. Então, se ele dormir, não encare como descaso.

• Se ele não te liga mais, não propõe encontros e passou a evitá-la online, não acredite que ele está ocupado. Parta pra outra, pois o bofe não te quer mais.

• Se ele parece mais nervoso do que antes, toca o rosto a toda hora enquanto fala, inventa reuniões fora de hora e não te procura mais para o sexo, ele está te traindo.

Não concorda? Comente aí sua opinião ;)